PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Justiça decreta prisão de empresário por envolvimento em acidente com morte


Em nota a polícia civil informou a imprensa na terça-feira, 23 de janeiro, que o delegado Glênio Ricardo foi acionado pelo promotor de justiça Everaldo Sebastião de Souza, para cumprir um mandado de prisão preventiva da pessoa de João Ricardo Cena de Souza.

O promotor de justiça requereu a prisão preventiva a qual foi deferida pelo Poder Judiciário de Jaraguá. De posse do mandado de prisão, os policiais civis iniciaram diligências e conseguiram prender a pessoa de João Ricardo em sua residência, no Residência Quinta do Riantes.

Em entrevista a imprensa o promotor detalhou o motivo da prisão, segundo ele, foi devido ao atropelamento de Eduardo Alves Machado, morto em 30 de junho de 2017, na Av. Bernardo Sayão, por volta das 2h14 de manhã, quando foi colidido pela caminhonete do empresário. O Ministério Público diz que houve negligência, omissão de socorro e fuga do local caracterizando homicídio doloso eventual.

A polícia civil concluiu o inquérito comprovando a participação do empresário, através de filmagens de circuitos câmeras ao longo da avenida, que mostrava a caminhonete Hilux/Preta de João Ricardo envolvida no acidente. A defesa do empresário irá recorrer da decisão no Tribunal de Justiça, até que haja uma revisão da liminar, ele continuará preso.

Redação com informações do Repórteres Dude Bill/Adriano Fernandes

#Justiçadecretaprisãodeempresárioporenvolvime

midia02.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá