• Folha de Jaraguá

Secretário de Saúde da cidade de Jesúpolis é o principal suspeito de matar gari


Foi confirmado na noite de segunda-feira, 21 de agosto, o segundo homicídio do ano na cidade de Jesúpolis (a 39 km de Jaraguá). O crime ocorreu por volta das 19h35, às informações apuradas com moradores da cidade pelo repórter Adriano Fernandes (Sucesso FM) é de que o assassinato ocorreu após uma discussão entre dois funcionários da prefeitura, o Secretário de Saúde, Paulo Cesar de Bessa e o gari Arlan Bernardino.

O Secretário teria chegado em um carro oficial do município e efetuado cinco disparos de arma de fogo contra o gari Arlan Bernardino. O acusado dos disparos fugiu em seguida, moradores tentaram socorrer a vítima, mas ela morreu ao chegar à cidade de São Francisco de Goiás.

MOTIVAÇÃO BANAL

Vítima e autor teriam discutido perto de várias pessoas momentos antes do crime, testemunhas disseram que Paulo Cesar de Bessa foi a sua casa pegou uma arma, retornou ao local da discussão, chamou a vítima até o carro (oficial do município) e efetuou os disparos. Os moradores da pequena cidade de Jesúpolis, com pouco mais de 2 mil habitantes, estão chocados com os fatos.

CRIMINALIDADE

O 1º homicídio do ano em Jesúpolis, foi registrado pela polícia, na terça-feira, 15 de agosto, quando foi encontrado morto a facadas Edson Santos da Conceição (35 anos) que estava desaparecido desde o dia 13. O corpo da vítima foi localizado na Rua Espírito Santo no setor Vista Bela, em um lote baldio ao lado de onde morava e estava coberto por telha colonial. O caso ainda não foi elucidado.

OBS: A reportagem utilizou o termo "suspeito" porque ainda falta a confirmação por parte das autoridades policiais.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif