• Folha de Jaraguá

Por falta de provas robustas, júri popular absolve acusado do homicídio de Roque Lima


Roque de Souza Lima (o Roquinho)

Roque de Souza Lima (o Roquinho)

Por unanimidade o júri popular, absolveu Jhoni Cabral, acusado de ter matado no dia 03 de março de 2014, Roque de Souza Lima (o Roquinho). O crime ocorreu em bar na Rua do Rosário, durante o período de carnaval.

O inquérito foi conduzido pelo então delegado titular da delegacia de Jaraguá, Werbet Leonardo. Passado três anos, haviam dúvidas sobre a autoria do crime e caso foi levado a júri popular, que entendeu que não haviam provas suficientes para condenar o acusado. Jhoni Cabral chegou a cumprir dois anos prisão.

Durante o julgamento a defesa alegou que não haviam provas robustas e a absolvição já era esperada. O inquérito feito pela polícia civil foi contestado, inclusive pelo representante do Ministério Público, que avaliou como fracas provas apresentadas nos autos. A família da vítima poderá recorrer da decisão, assim como o Ministério Público.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif
midia-prefeitura-de-jaragua.jpeg