PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

6º homicídio: Homem é assassinado em meio à multidão na Festa de Monte Castelo


Jaraguá registrou na noite de domingo, 06 de agosto, o sexto homicídio do ano. Após um homem ser alvejado no encerramento da Festa no Distrito de Monte Castelo, Júlio César Aurora Monteiro foi atingido por dois disparos fatais. Testemunhas disseram que a vítima estava em uma barraca quando o autor dos disparos se aproximou e atirou, acertando a região do coração e tórax.

Júlio César foi conduzido ao hospital municipal pela viatura da GPT, já que em Monte Castelo no momento do crime não havia nenhuma viatura do SAMU, Corpo de Bombeiros ou da Secretaria Municipal de Saúde, a informação é de que vítima morreu antes da dar entrada no hospital Sandino de Amorim. Quando houve os disparos a PM, estava a 200 metros de distância.

De acordo com Subtenente Cruz, policiais militares tentaram prender o autor do crime, que se misturou a multidão deixando uma jaqueta para traz e desapareceu. A polícia ainda não sabe quem é o atirador e está buscando informações. “Temos testemunhas qualificadas, que serão ouvidas nos próximos dias pela polícia civil, para o autor seja identificado” frisou.

PM informou que a vítima, Júlio César Aurora Monteiro, tem envolvimento com o tráfico de drogas e já tem passagens pela polícia com cumprimento de pena. A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas.

→ MAPA DA VIOLÊNCIA EM JARAGUÁ ←

O 1º homicídio do ano: Foi registrou no sábado, 14 de janeiro (feminicídio), quando foi encontrada morta no Residencial Olinda, nas imediações setor Morada Nova II, a jovem Amanda Oliveira Marques, 20 anos. Ela foi assassinada com a utilização de tijolos, ficando com o rosto completamente desfigurado, além de estar nua, as roupas estavam rasgadas. O crime foi elucidado com a prisão de Valdison Freitas Moura Neto (20 anos) que confessou o ser autor do assassinato.

O 2º homicídio do ano: Foi registrado na noite de sábado, 01 de abril, por volta das 19h30, no Jardim das Vivendas, região da Vila São José. Foi executado a tiros, o jovem Zenaldo Pereira Lemes, 21 anos. Seu irmão, Zeniel Pereira Lemes, foi alvejado com tiro na perna. Até hoje, o caso ainda não foi elucidado pela polícia civil.

O 3º homicídio do ano: Foi registrou na quarta-feira, 10 de maio, quando morreu no Hospital de Urgências de Anápolis o empresário Luiz Rogério Augusto da Costa, 32 anos, que havia sido baleado na noite de terça-feira, 09, no Genoveva Park, atingida por quatro disparos de arma de fogo. Um dos projéteis acertou a cabeça, entrou e saiu, outro disparo acertou o pescoço e parou no ombro, o terceiro disparo acertou o tórax e o quarto tiro acertou a coluna. O crime ainda não foi elucidado.

O 4º homicídio do ano: Foi registrado no sábado, 13 de maio, durante a madrugada, quando foi morto a pauladas e tijoladas, um andarilho (não identificado), o corpo foi encontrado na Rua Marcelino Álvares, na Vila Isaura, em um beco entre duas residências. A causa da morte foi devido a ciúmes e a disputa por um macarrão Miojo. Foi denunciado pelo crime Jean Aparecido dos Santos, também andarilho, elucidando assim o caso.

O 5º homicídio do ano: Foi registrado na noite de sexta-feira, 09 de junho, quando foi assassinado na Praça JK, no Gamboa Bar e Restaurante, Pedro Henrique da Silva Moreira (Basilão), ele foi alvejado com vários disparos de arma de fogo, por dois jovens encapuzados que chegaram a pé ao local e atiraram sem dar chances de reação a vítima, que estava de costas, trocando uma lâmpada. O crime continua por ser elucidado.

#6ºhomicídioHomeméassassinadoemmeioàmultid #FolhadeJaraguá #FestadeMonteCastelo

Campanha-covid-saude-estado01.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá