• Folha de Jaraguá

Servidores efetivos que burlavam controle de ponto para não trabalhar podem ser exonerados


O promotor de justiça de Jaraguá, Everaldo Sebastião de Souza, anunciou na segunda-feira, 12 de junho, que recebeu uma denúncia de que 30 funcionários públicos municipais efetivos (concursados) a muito tempo haviam adotado a prática de bater ponto em órgãos da prefeitura e retornarem para suas casas efetivamente prestar qualquer tipo de serviço.

Denunciada recentemente essa prática, o ministério público irá acionar a prefeitura para que tome as devidas providências. O promotor de justiça, afirmou que confirmada essa prática fica configurada uma ilegalidade, um crime de improbidade administrativa que pode resultar na exoneração desses servidores.

A recomendação é para que o município notifique esses servidores para que eles voltem ao trabalho imediatamente. Esses servidores praticavam essas irregularidades há muito devem inclusive voltar para os cargos de origem para os quais eles foram concursados.

Os que se recusarem devem ter o ponto cortado, com os nomes sendo enviados para o ministério público para que medidas legais possam ser tomadas, além medidas administrativas punitivas.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá