By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá

PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Justiça ouve testemunhas sobre superfaturamento em 2014 nas câmaras de Jaraguá e São Francisco


Além de um ex prefeito ação de improbidade administração proposta pelo MP atinge dois ex presidentes de câmaras

A justiça deu prosseguimento à uma ação de improbidade administrativa de 2014, que tramita no fórum da comarca de Jaraguá. Trata-se de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público contra um ex-prefeito e dois ex-presidentes de câmaras de Jaraguá e São Francisco de Goiás, além de empresários.

O promotor dessa ação é Giuliano Lima, que falou ao repórter Adriano Fernandes (Sucesso FM - 101,5) sobre o início da instrução de julgamento. A denúncia foi feita a época na Rádio Cidade, afirmando que havia dispensa de licitação sem se enquadrar na legislação e superfaturamento na câmara municipal.

Na audiência de quinta-feira, 01 de junho, foram ouvidas testemunhas arroladas pelo Ministério Público. A defesa pediu prazos para apresentar contrarrazões.

Na próxima fase ocorrerão às alegações finais.

O Ministério Público uma vez convencido da culpa dos denunciados pedirá a condenação por improbidade administrativa e a extensão da aplicação de suas penalidades e a defesa certamente pedirá a absolvição, caberá ao juiz a palavra final.

DENUNCIADOS

De acordo com o Ministério Público, respondem a essas ações a Ex presidente da câmara de Jaraguá Maria Maura de Carvalho. O Ex presidente da câmara de São Francisco de Goiás, Joenes Rosse Lima (Tico) ambos por superfaturamento e o Ex prefeito de Jaraguá, Ival Danilo Avelar, por dispensa de licitação.

Promotor de Jaraguá, Guiliano Lima deverá pedirá a condenação dos três denunciados por improbidade administrativa

#Justiçaouvetestemunhassobresuperfaturamentoem #FolhadeJaraguá

GIF-JARAGUA.gif
petro-arabe2-17-8.gif