PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Cinco onças atacam na região rural de Rianápolis, em 15 dias 09 animais foram devorados


Um problema incomum, está causando medo e prejuízo a agropecuaristas na região do município de Rianápolis (37 km de Jaraguá). A proprietária de uma fazendeira, moradora de Ceres, esta pedindo ajuda as autoridades, sobre o caso de onças que estão devorando animais de sua propriedade.

São duas fazendas (Dias e Esperança), de propriedade de Joab Dias e de sua mãe Suely de Souza Andrade, as fazendas ficam próximas ao antigo Posto da Polícia Rodoviária Federal.

Suely, relatou que há duas semanas começaram a sumir animais de sua fazenda, principalmente bezerros. Sem entender o que estava acontecendo, funcionários procuravam na pastagem o que poderia estar causando o sumiço dos animais.

CERTEZA: Segundo ela, um senhor vizinho, deixou duas éguas para que as mesmas dessem a luz aos podrinhos, após os animais nascerem, foi quando eles descobriram que poderia ser onça que estava devorando os animais.

Um podrinho foi encontrado em uma matinha no fundo da residência do caseiro, tampado com folhas e com parte do seu corpo já devorado pelas onças. Eles começaram a monitorar as matas da região e conseguiram visualizar as onças que está morando nas imediações da fazenda.

FAMÍLIA: Suely, relatou que foram vistas duas onças grandes e três pequenas ainda filhotes. Em 15 dias, já foram 09 animais devorados, sendo 08 da Fazenda Esperança. O último foi uma vaca, que está muito machucada e pelos ferimentos possivelmente não conseguirá escapar.

ATAQUE: No último dia 27 sexta-feira, duas onças atacaram o vaqueiro, segundo Suely, as onças estão buscando os animais no curral, o vaqueiro que estava no curral, conseguiu escapar, pois montou no cavalo e saiu correndo.

A proprietária, contou que deixou fogos de artifícios com vaqueiro para espantar as onças, mas a cada dia que passa, elas estão se aproximando mais, indo a porta da Fazenda. A preocupação é porque na fazenda existem crianças que a qualquer momento segundo ela, podem ser atacadas.

MEDO: Todos estão assustados e com medo, o gado da fazenda está ficando sem cuidados, pois o vaqueiro não está tendo coragem de fazer os tratamentos necessários, com medo de ser atacado pelas onças.

SOCORRO: A fazendeira, disse que já enviou um ofício para o Ministério Público, que segundo Suely Souza, o órgão vai enviar para o Corpo de Bombeiros e também para Polícia Ambiental de Goianésia, mas até agora ela não tem uma resposta concreta de como será resolvido este caso.

Tudo que a proprietária da fazenda quer, é que as autoridades retirem as onças do local e espera que o pior não aconteça, (as onças atacarem as crianças). Após as 18h, ninguém sai de casa, ficam no interior das residências assustados.

Com informações Jornal Populacional

#Cincoonçasatacamnaregiãorural #eRianápolis #em15dias09animaisforamdevorados #fazendasDiaseEsperança #propriedadedeJoabDiasedesuamãeSuelydeSou

MIDIA_FOLHA_DE_JARAGUÁ_01.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá