• Folha de Jaraguá

Secretaria de Segurança diz que rebelião na unidade prisional de Rubiataba foi controlada


G1/Goiás: Alguns detentos da Unidade Prisional de Rubiataba, no centro de Goiás, se rebelaram e queimaram colchões, nesta quinta-feira (26). A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP) informou que a desordem foi controlada e pode ter sido causada pela prisão de duas mulheres que tentaram entrar no local com drogas.

Conforme nota divulgada pela SSPAP, o Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu apagar o incêndio no local. Segundo o texto, o órgão “continuará intensificando as medidas preventivas dentro das unidades prisionais goianas”.

O tenente da Polícia Militar (PM) da cidade, Fernando Ribeiro Pontes, informou que a corporação também foi até a cadeia para auxiliar e prevenir a fuga de presos. “A PM foi ao local, mas não foi necessário entrar no presídio. Demos apoio e nenhum detento fugiu”, informou.

MOTIVAÇÃO O delegado Yuri Costa de Oliveira informou que as duas mulheres presas ao tentar entrar com drogas na cadeia foram levadas para a delegacia da cidade e devem ser interrogadas pela Polícia Civil. A identidade delas não foi divulgada.

“A prisão delas pode ter motivado a rebelião. Elas foram detidas em flagrante enquanto passavam por uma revista e foi encontrado droga com elas. As pessoas para as quais elas estavam tentando entregar as substâncias ainda serão identificadas. As duas ficam presas por tráfico de drogas”, informou.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif