top of page

Ícone da música brasileira, Rita Lee morre aos 75 anos

09/05/2023 (09hs46m) - Morreu na noite de 2ª feira 08/05, a cantora Rita Lee, aos 75 anos. A artista lutava contra um câncer de pulmão desde 2021. A noticia sobre a morte foi confirmada pela família nesta 3ª feira (9.mai.2023).


O velório da cantora será aberto ao público, no Planetário do Parque Ibirapuera, na 4ª feira (10.mai.2023), das 10h às 17h. Segundo a família, Rita morreu em sua residência, em São Paulo, “cercada de todo o amor de sua família, como sempre desejou”.


Rita Lee Jones de Carvalho nasceu em 31 de dezembro de 1947 em São Paulo (SP). Filha de um norte-americano e uma brasileira, a cantora trilhou um caminho musical de sucesso e era considerada o maior nome feminino do rock nacional.


Era casada com o guitarrista Roberto de Carvalho desde 1976, que a acompanhava em apresentações. Rita e Roberto tiveram 3 filhos: Antônio, João e Beto. Este também se tornou guitarrista e acompanhava os pais nos shows. 



CARREIRA

Também conhecida como “rainha do rock brasileiro”, iniciou a carreira musical no início da década de 1960 durante a ditadura militar. Era cantora, compositora e multi-instrumentista, e uma das artistas mais disruptivas de sua época. 


Foi a 1ª mulher a vender 55 milhões de discos. É a 4ª artista nacional a atingir a marca, ficando atrás de Tonico & Tinoco, Roberto Carlos e Nélson Gonçalves.


Ao lado de Arnaldo Baptista e Sérgio Dias, formou a banda Os Mutantes. O grupo foi precursor do rock psicodélico e experimental no Brasil. Fez parte da banda por 6 anos (1966 a 1972) e gravou 6 álbuns. 


Foi expulsa dos Mutantes por Arnaldo Baptista, com quem também foi casada de 1968 a 1972. O fim do relacionamento foi uma das motivações da expulsão.


No ano seguinte, formou a banda Rita Lee & Tutti-Frutti, onde permaneceu por 5 anos (1973-1978). 


O álbum “Fruto Proibido”, lançado em 1975, é considerado o 16º maior disco da música brasileira pela revista Rolling Stone. O disco tornou a artista nacionalmente conhecida. Em 2023, Rita foi homenageada pela cantora Manu Gavassi, que regravou o disco.


A canção “Ovelha Negra”, um dos maiores sucessos da carreira de Rita Lee também é do álbum. 


Rita foi eleita em 2008, também pela Rolling Stone, uma dos 100 Maiores Artistas da Música Brasileira, ocupando a 15ª posição.


Comments


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page